Ricardo Miranda Filho
A poesia é um estado de sentimento único, compreendido através da ação de vivê-la.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Ansiedade
Prescrevo sutilmente a forma
Remanescente de uma consternação,
Intacta na existência desse contorno
Súbito e incandescente que torna
Cada momento um encanto,
Infinito entre dois corpos
Latentes pelo tato incomum
A dois imortais platônicos.

Respiro todo o cândido pensamento
Alternado pela capacidade
Brilhante comovida pela candura
Extática desse humano coração...
Lunático, deslumbrado, e que,
Outrora, não durava nem um minuto de aurora.

Feitio, enfim, de alucinados...
Enamorados pela simples presença
Ratificada pela íntima e sublime
Realização do encontro brando,
Eterno a todo instante
Imemorável e pueril...
Reservado apenas ao imenso
Ardor de cada momento.
Ricardo Miranda Filho
Enviado por Ricardo Miranda Filho em 18/08/2009
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras