Ricardo Miranda Filho
A poesia é um estado de sentimento único, compreendido através da ação de vivê-la.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


São tantos os livros que conseguem nos prender atenção pelos mais variados motivos, e o fato de o livro ser baseado em fatos reais nos traz mais curiosidade acerca de seu conteúdo. Atrelado a este motivo, pode-se argumentar que o tipo de escrita contribui com o valor da obra em questão, além de outros apontamentos que devem ser levados em conta, como a descrição das ações e do cenário do enredo.
É deste modo que o livro O crime por um fio, de Valéria Leal, que nos prende a atenção. Publicado em 2016 pela editora Chiado, o livro trata sobre a criminalidade da sociedade atual, tendo como cenário a favela Planalto Central no Rio de Janeiro. A história tem como foco a forma como a ciência forense consegue desvendar os casos passados para a polícia, além de destacar 10 casos da vida real e como a perita Isadora Romanesky consegue desvendá-los a partir de seu trabalho na Agência Nacional de Inteligência (A.N.I.), recebendo apoio do jornalista Beto Lopes, do Jornal da Amanhã, em sua busca incessante por justiça.
O livro trabalha a realidade de uma maneira diferente abordando casos sobre diferentes assuntos, como assassinato, crimes passionais, crimes de milícias, máfias, empresas de fachadas envolvidas em desvios de dinheiro, de formação de quadrilha, corrupção passiva e ativa, enriquecimento ilícito, lavagem de dinheiro, evasão de divisas, entre outros. A obra destaca a importância de se combater a corrupção e serve como um suporte que, por meio de uma literariedade, discute acerca dos direitos civis, justiça e criminalidade com o objetivo de pedir o fim da corrupção na nossa sociedade.
Não há certa profundidade em todos os casos, embora se possa perceber uma literariedade bem elaborada em cada evento descrito ao longo de todo o livro, ao lado de uma analogia com a realidade, como o caso 8 (“Onde está Marivaldo?”), a partir do qual podemos lembra do ajudante de pedreiro Amarildo, desaparecido em 2013 na Favela da Rocinha, no Rio de Janeiro.
Nascida em São Paulo, o fato de Valeria Leal ser fonoaudióloga e especialista com competência sobre criminologia forense de vestígios de arquivos digitais facilitou ainda mais a elaboração do livro, como podemos ver na descrição do caso 6 “sabia que ela tinha conhecimento da fala, voz e linguagem. Isadora tinha se formado em Ciências da Comunicação e se tornara especialista em voz”. E essa junção entre sua área e a literatura contribuiu para que a criação literária tivesse tanta qualidade, o que resultou no desenvolvimento do booktrailer da obra na cidade de São Paulo sob a direção de Wagner De Pintor e Pedro Barbosa. Podemos ver, então, que vale a pena a leitura da obra. Vendas online na Livraria Saraiva, Cultura, Amazon e no site da Chiado Editora.
 
 
Ricardo Miranda Filho
Enviado por Ricardo Miranda Filho em 06/12/2017
Alterado em 06/12/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras